Sorri e o Mundo Sorri Contigo por Luísa Sargento

30 junho 2009

To be or not to be vegan





Vejam este vídeo:







http://video.google.com/videoplay?docid=5473738085353371179&ei=HWqFSdnDB42siALT5fj8Cg&q=vegan

DeRose na Revista Homem



29 junho 2009

Comunicar

Comunicar é difícil e podia ser tão fácil...

Se todos estivéssemos em sintonia não surgiam equívocos: eu falava e tu entendias justamente o que eu estava a dizer; ela falava e nós percebíamos tudo direitinho; mas quando eu digo A tu percebes B, ela percebe C, ele percebe D, nós percebemos A invertido; vós percebeis ABCD a 45 graus e eles, xiiiiii eles percebem tudo errado...

Como diz DeRose: "Só é admissível discutir com quem está de pleno acordo" pois só assim chegaremos a algum lado, não estará um a tentar ganhar a bicicleta nem o outro o triciclo, estaremos todos em harmonia construindo algo!

Não consigo perceber esta sociedade que teima em discutir no desacordo, ficam felizes porque conseguiram levar a maior sobre o outro, apunhalam pelas costas, fingem não dizer por mal mas todos os dias cravam uma ferroada no possível concorrente e deliram quando este não conseguiu o que queria, mesmo que tal objecto não fosse de utilidade para o invejoso negro. Sim porque uma coisa é invejar o que o outro tem sem querer que ele não a tenha, outra coisa é desejar que o outro não consiga alcançar o que deseja. Pior é que normalmente, e desculpem a generalização, são aqueles que pensamos serem amigos que invejam o que temos querendo que não o tenhamos como diz DeRose "Antes, uma fecunda inimizade que uma amizade estéril". Sim porque amizades que não nos levam a lado nenhum não são amizade, não nos fazem crescer, evoluir como ser humano...

Mas como "cada erro cometido é uma virtude adquirida" (DeRose) espero não voltar a cometer os mesmos erros e sentir mais o que o meu nariz me diz, porque apesar de tudo:

"Amigo e inimigo são como o yin e o yang: precisamos dos dois. Uma árvore cresce para baixo e para cima. Para baixo, cria raízes, que se desenvolvem nas trevas, mas sem as quais a árvore não teria força nem estrutura para manter-se de pá. Os inimigos são as raízes e os amigos, os ramos que a fazem florescer."

DeRose in Sútras Máximas de Lucidez e Êxtase, Insights sobre o amor, a vida e a natureza humana, Nobel e Uni-Yôga

26 junho 2009

I just can stop loving you

E esta!



Que dois!!! Michael Jackson e Naomi Campbell.

É de arrepiar!

O que eu tremia quando

via este vídeo/teledisco



Será que é por isso que adoro a adrenalina que os filmes de terror despertam em mim?!?

Olhem me para isto!



Que pena que tenho de nunca ter visto um dos seus concertos ou melhor espectáculos... Espectáculo sim, porque concertos muitos podem dar independentemente de serem bons ou não...

Hoje é inevitável falar de

MICHAEL JACKSON!

Aos 50 anos morreu o rei da pop (como alguns lhe chamam) que, por acaso, casou com a filha do rei do rock Lisa Presley. Foi ontem dia 25 de Junho de 2009.



Que voz, que forma incrível de se movimentar, mas infelizmente os paradigmas da nossa sociedade levaram-no a um extremo no qual queria provar que


"I took my baby
On a Saturday bang
Boy is that girl with you
Yes we're one and the same

Now I believe in miracles
And a miracle
Has happened tonight

But, if
You're thinkin'
About my baby
It don't matter if you're
Black or white

They print my message
In the Saturday sun
I had to tell them
I ain't second to none

And I told about equality
An it's true
Either you're wrong
Or you're right

But, if
You're thinkin'
About my baby
It don't matter if you're
Black or white

I am tired of this devil
I am tired of this stuff
I am tired of this business
Sew when the
Going gets rough
I ain't scared of
Your brother
I ain't scared of no sheets
I ain't scare of nobody
Girl when the
Goin' gets mean

(L. T. B. Rap performance)
Protection
For gangs, clubs
And nations
Causing grief in
Human relations
It's a turf war
On a global scale
I'd rather hear both sides
Of the tale
See, it's not about races
Just places
Faces
Where your blood
Comes from
Is where your space is
I've seen the bright
Get duller
I'm not going to spend
My life being a color

(Michael)
Don't tell me you agree with me
When I saw you kicking dirt in my eye

But, if
You're thinkin' about my baby
It don't matter if you're black or white

I said if
You're thinkin' of
Being my baby
It don't matter if you're black or white

I said if
You're thinkin' of
Being my brother
It don't matter if you're
Black or white

Ooh, ooh
Yea, yea, yea now
Ooh, ooh
Yea, yea, yea now

It's black, it's white
It's tough for you
To get by
It's black , it's white, whoo

It's black, it's white
It's tough for you
To get by
It's black , it's white, whoo"

o resultado já todos sabemos...

Não deixemos que os nossos preconceitos influenciem mais as acções dos outros, nem deixemos que os preconceitos dos outros nos influenciem a nós!!!

LIBERDADE DE OPINIÃO MAS TOLERÂNCIA EM RELAÇÂO AO QUE É DIFERENTE

25 junho 2009

Ser feliz é...


E para aqueles que ainda teimam em pensar que não há divertimento possível sem alcool nem drogas, seguem estas fotos que estão longe de mostrar como foi divertido o Festival de Yôga da Federação de Yôga do Norte de Portugal.


Ser feliz é...


E para aqueles que ainda teimam em pensar que não há divertimento possível sem alcool e sem drogas, aqui seguem umas fotos que estão longe de conseguir transmitir o quão divertido foi o Festival de Yôga da Federação do Norte de Portugal.


E para aqueles que ainda teimam em pensar que não há divertimento possível sem alcool e sem drogas, aqui seguem umas fotos que estão longe de conseguir transmitir o quão divertido foi o Festival de Yôga da Federação do Norte de Portugal.

24 junho 2009

Continuando a mudar paradigmas



Que a tradição não seja desculpa para continuar com comportamentos pouco dignos de alguém sensível, há que alterar os velhos hábitos e substitui-los por outros que não prejudiquem nenhum outro ser!

A nossa liberdade termina onde começa a dos outros!

:)

23 junho 2009

Que inveja branca!!! lololol

Também queria ter ido...
Prática avançada com DeRose - Viparíta Ashtánga Sádhana

E é tão bom ter um Mestre vivo que nos possa transmitir o seu conhecimento e que nos possa dar na cabeça quando estamos a ir no caminho errado!!!

:)

Retorno às origens

É assim que tenho definido este Festival Internacional de Yôga, não sei se me entendem, mas...

Foi maravilhoso, fez-me lembrar o Festival Internacional de Yõga de 2001 em Peniche: as sensações que tenho aqui guardadas! Fiquei com uma vontade imensa de ir a São Paulo, só para ficar ali ao lado do meu Mestre, para vivenciar a sua presença e aprender o que efectivamente é a Nossa Cultura.

Amei cada segundo passado em Viseu e também os jantares com o Jójó e a egrégora de Lisboa: para além daqueles que foram com a equipa do Chiado, marcou-me aquele que foi depois da palestra na unidade Marquês de Pombal e no qual estiveram presentes a Catarina Candeias e o António Pereira - diverti-me como há muito não me divertia e lembrei-me do meu primeiro ano dentro da nossa egrégora.

Os pontos mais altos do Festival foram, para mim, sem nenhuma ordem de preferência:
- conhecer a Maria Helena e a dança de Shiva
- rever a Rô de Castro
- os ensinamentos do Jóris Marengo (Jójó) e o saber que as pessoas buscam quem alimenta as suas neuroses lolol
- os pújás induzidos pelo Charles (é tão bom estar junto com alguém que está tão perto do DeRose)
- fortalecer os laços com os meus amigos
- o mantra do ashtánga sádhana com o Carlos Cardoso que me recordou o meu primeiro festival - Caramulo de 2001 e tudo o que senti nesse fim-de-semana

Sei lá, foi tudo tão maravilhoso que ainda estou a assimilar...

E estou tão feliz por estar aqui!!! Obrigada DeRose por me ter mostrado o meu caminho!!!

22 junho 2009

Ser feliz é...

Retorno às origens...
foto de Joel Bessa

Esta foto não tem todos os participantes, alguns tiveram que sair mais cedo! Para o ano contamos com 400 pessoas!!!

17 junho 2009

Mudança de paradigmas

"Todos traem, todos sabem, todos negam, todos fingem que acreditam. E assim caminha a Humanidade, aos trancos e barrancos, em direção a um nível maios de lucidez e de honestidade que deve estar em algum lugar lá no fim do túnel.
Tudo o que buscamos é a felicidade.
No entanto, nada pode ser mais contrário à felicidade que os constantes embates entre parceiros afetivos, os quais se verificam em praticamente todos os relacionamentos. Basta ver alguém chorando e poderemso apostar que a pessoa em questão está nesse lamentável estado emocional justamente por causa de quem deveria ser a fonte da sua felicidade. Então, há algo errado aí. Há algo equivocado no conceito de relacionamento afetivo."

Para pensar e reflectir!
Já gora leia o livro Alternativas de Relacionamento Afectivo de DeRose, bem como o livro Prazer uma via para ao Autoconhecimento de Clélio Berti.

16 junho 2009

As boysband da minha vida







Que texto tão bonito

E é assim que todos os dias DeRose nos brinda com as suas experiências!

Continua a visitar o Blog do DeRose que vale muito a pena!!! http://www.uni-yoga.org/blogdoderose

"Procura-se um amigo
Terça-feira, 16 de Junho de 2009 | Autor: DeRose do Post, o texto é de Vinicius de Moraes

“Não precisa ser homem ou mulher. Basta ser humano, basta ter sentimentos, basta ter coração. Precisa saber falar e calar, sobretudo, saber ouvir. Tem que gostar de poesia, da madrugada, de pássaros, de Sol, da Lua, do canto dos ventos e das canções da brisa. Deve ter amor, um grande amor por alguém, ou então sentir falta de não ter esse amor. Deve amar o próximo e respeitar a dor que os passantes levam consigo. Deve guardar segredo sem se sacrificar. Não é preciso que seja de primeira mão, nem é imprescindível que seja de segunda mão. Pode já ter sido enganado, pois todos os amigos são enganados. Não é preciso que seja puro, nem que seja de todo impuro, mas não deve ser vulgar. Deve ter um ideal e medo de perdê-lo e, no caso de assim não ser, deve sentir o grande vácuo que isso deixa. Tem que ter ressonâncias humanas, seu principal objetivo deve ser o de ser amigo. Deve sentir pena das pessoas tristes e compreender o imenso vazio dos solitários.

Procura-se um amigo para gostar dos mesmos gostos, que se comova quando chamado de amigo. Que saiba conversar de coisas simples, de orvalhos, de grandes chuvas e das recordações da infância. Precisa-se de um amigo para não enlouquecer, para contar o que viu de belo e de triste durante o dia, dos anseios e das realizações, dos sonhos e da realidade. Deve gostar de ruas desertas, de poças de água e de caminhos molhados, de beira de estrada, de mato depois da chuva, de se deitar no capim.

Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vide é bela, mas porque já se tem um amigo.

Precisa-se de um amigo para se parar de chorar. Para não se viver debruçado no passado em busca de memórias perdidas. Que bata nos ombros sorrindo e chorando, mas que nos chame de amigo para ter-se consciência de que ainda se vive.”

Recebi este texto em 24 de julho de 1979 assinado de Mara e Nirka, suas eternas alunas e amigas. Passados trinta anos, tenho a oportunidade de publicar aqui o mesmo texto e ofertá-lo a todos os meus alunos e amigos, inclusive os do passado e os do futuro. Principalmente, os eternos!"

15 junho 2009

De Jóris Marengo


"Quando tomamos consciência do que é o tempo e do valor de cada acto dentro dele, desabrocha em nós a disciplina, e com ela o poder e a felicidade."

Visitem o blog: http:/yogafloripa.com/blogdojojo//

Para conhecê-lo melhor, venha hoje às 21:00 à unidade Chiado!

Como nascem os paradigmas

12 junho 2009

Lealdade Inquebrantável

http://www.fubiz.net/2009/06/09/partly-cloudy/

09 junho 2009

Eu sei...



Esta música é tão bonita, arrepia-me pela voz, pela letra por tudo.

Foi bom ter ligado a televisão, no domingo passado e assistir àquele programa da TVI com aqueles meninos revelação a cantar pois um deles cantou esta música de uma forma colossal, arrebatadora!

"(...)E se um dia eu disser que já não quero estar aqui (...)"

Há 15 anos atrás...

tinha eu 18 anos e a minha maior alegria, por já ter essa idade, era: PODER VOTAR!!!!

Pois passados esses 15 anos, com toda a desilusão relativamente à classe política, nada mais me restava fazer do que votar em branco! Fui lá, cumpri o meu dever cívico, dobrei o papel em 8 só para chatear e não larguei o telemóvel, para não variar...



Outros nem lá foram, ficaram sentados em casa, na praia, a divertir-se... Enfim, acho que deu para perceber a descrença de todos naqueles que dizem que representam os portugueses. Vamos ver as próximas como correm!

Sugadores de Energia

Ao visitar o Blog da unidade de Matosinhos do Método DeRose, deparei-me com este texto de que gostei bastante pois é algo que tenho observado há vários anos...

Cuidado com os "Sugadores de Energia" - (14 de julho de 1997)
Escrito por Luiz Marins


"Parece mentira, mas há pessoas que parecem "sugar" energia da gente! Outro dia eu estava muito bem, alegre e satisfeito.

Encontrei-me no shopping com um amigo e em meia hora de conversa ele me deixou um verdadeiro "trapo", deprimido, triste.

Fiquei pensando no que aconteceu e logo percebi que aquela conversa horrível do "amigo" (sic) falando só de doenças, roubos, estupros, filhos de amigos que haviam caído no vício, desemprego, falta de dinheiro, etc. acabou roubando minha energia positiva! Quando acabou a conversa (onde só ele falou) ele parecia estar melhor do que nunca e eu ... em profunda depressão.

Cuidado com esses "sugadores de energia positiva". Eles estão em todo o lugar: na empresa, na família, na roda de amigos. Eles só sabem falar de desgraças. Só lêem o obituário dos jornais e a seção de crimes horrendos. Gravam em vídeo o noticiário policial. Fazem estatísticas e sabem de cor quantos seqüestros ainda não foram desvendados, quantas crianças continuam desaparecidas, quantos sem-teto, sem-terra, sem-emprego, sem-tudo existem no mundo! Livre-se dessas pessoas!Mesmo que seja um grande "amigo" (sic) não tenha piedade dele, pois ele, por certo não tem dó de você. Essas são aquelas pessoas que quando você propõe um piquenique elas logo dizem: "- Vai chover!". São pessoas que azedam baldes de sal- de-fruta. São funcionários que não acreditam em programas de qualidade e produtividade, em comemorações, em promoções especiais e qualquer outra coisa que a empresa faça com a intenção de mudar, crescer, expandir horizontes. Elas são sempre "do contra". Avisam que "não vai dar certo" e torcem para que nada aconteça. Depois dizem: "- Eu sabia que não ia dar certo...".

05 junho 2009

Para pensar...



E lembrei-me de uma música da Mafalda Veiga - O Velho

O que queres ser quando fores grande?

"O que você quer ser quando crescer?
Sexta-feira, 5 de Junho de 2009 | Autor: DeRose



Legenda para o caso de as letras estarem de difícil leitura.
Primeiro quadro: O que você quer ser quando crescer? “Um leão!”
Último quadro: “Na verdade, eu queria ser um urso.”

O que você quer ser, agora que cresceu?

Desde a mais tenra idade, os mais velhos colocam na cabeça dos mais novos que eles devem querer seguir esta ou aquela carreira profissional. Com freqüência, o jovem deixa-se influenciar e acha que quer mesmo ser isto ou aquilo. Contudo, depois de adulto, bate o arrependimento. Afinal, o que ele queria era outra coisa. Mas agora, que fazer? Já se engajou numa faculdade ou mesmo concluiu sua formação e está trabalhando em uma empresa. Não será tarde demais para dar uma guinada e passar a fazer o que lhe der prazer?

É preciso considerar que o ofício que exercermos é, geralmente, pela vida toda, ocupando nossos dias inteiros, impondo-nos a convivência com as pessoas vinculadas àquele métier – sejam colegas de trabalho ou clientes – que talvez não constituam exatamente o que almejamos para nós. Nesse caso, a profissão passa a representar um suplício, especialmente ao percebermos que se converteu em uma prisão perpétua. Dali, só sairemos para um restinho de vida muito bem estereotipada com a imagem de um idoso trajando pijama e chinelos numa cadeira de balanço, esperando a morte.

Contudo, há uma solução. Agarre seu karma pelo pescoço e mude de vida. Se não sabe como, se lhe falta coragem, leia o livro e assista ao vídeo Karma e dharma – transforme a sua vida.

Exercício de mentalização:

Visualize que você tem fios (liames) ligados aos seus braços, pernas, tronco, cabeça e que a sociedade, o Sistema, manipula esses cordões fazendo com que você se movimente e aja de forma estereotipada na profissão, nas relações afetivas, nas reações e rompantes. Então, mentalize que você agarra pela empunhadura uma espada com lâmina laser cor violeta e gira a lâmina acima da sua cabeça e em torno do seu corpo, cortando todos esses cordéis. Veja-os cair e seus braços, pernas, tronco e cabeça passando a se movimentar livremente, de acordo com a sua vontade e não sendo manipulados por ninguém. Terminando, levante-se de cabeça erguida, peito para a frente e faça da sua vida aquilo que você quiser e bem entender."

Visite o blog do DeRose, entrando no google e pesquisando blog do DeRose.

Caetano Veloso

Lembro-me de, um dia, ter ficado a ouvir esta música durante mais de 30 minutos, em repeat, enquanto tomava um banho de imersão.

É muito bonita e tem muito que se lhe diga...

Construir


Estou com sede de construir!

Não sei para que lado me virar, o que construir, ainda não encontrei o foco!

Vamos lá ver se está para breve essa descoberta!

Dia Mundial do Ambiente

Neste dia 5 de Junho, veja o filme/documentário HOME

Sinopse:

"Yann Arthus-Bertrand leva-nos numa viagem original à volta da Terra, para que possamos contemplá-la, entendê-la. HOME vai ajudar-nos a perceber a nossa relação com o nosso planeta. Serão revelados, em simultâneo, as preciosidades que ela nos oferece e as marcas que deixamos para trás, com um único objectivo: encorajar-nos a proteger o mundo. Este filme é um livro de viagens feito apenas com fotografias de paisagens aéreas. Do céu, podemos observar as correntes de água, as várias direcções dos caminhos, podemos compreender uma situação complexa com um simples olhar, sem recorrer a qualquer explicação. Como dizia Archimedes, “Dá-me um ponto de apoio e eu elevarei o mundo”. No nosso caso, aquele “ponto de apoio” é o nosso olhar. Este filme incita a uma nova consciência. De facto, à medida que nos levantamos no ar, vemos o nosso mundo de uma maneira diferente, de uma forma como nunca experienciámos. HOME convida-nos a parar por um momento de modo a olharmos para o nosso planeta e percebermos como tratamos a sua riqueza e a sua beleza." In. fnac.pt

Internet - em http://www.youtube.com/homeproject
Também na RTP 2 às 20.30

04 junho 2009

Tão bonito!






DeRose no Festival de Yôga de Florianópolis 2009

Air

De DeRose


"Quando perderes pela grandeza, ainda te resta ganhar pela simplicidade"

02 junho 2009

Tecnologia

Estou farta das tecnologias, hoje apetece-me estar contra elas!

Bem sei que são fantásticas que nos aproximam dos que estão longe, mas distanciam-nos daqueles que estão perto e isso perturba-me...

Quando ainda não havia telemóveis, nem Internet, tínhamos de correr para estar juntos, tínhamos de lutar, inventar desculpas para estarmos com aqueles de quem gostávamos, esforçavamo-nos para termos tempo para aqueles que amávamos, corríamos para estarmos mais um segundo na presença daquela pessoa, para lhe tocarmos, sentirmos o seu cheiro, ouvir a sua voz, cruzar o nosso olhar com o seu, sei lá... Vivíamos muito mais a pessoa com a pessoa, éramos mais pessoas...

Enfim, apesar disso têm o seu lado positivo, mas hoje apeteceu-me embirrar com as tecnologia e já me esquecia aquela invasão constante do nosso espaço, da nossa liberdade, quanto a isso há uma solução: desligar o telemóvel e/ou o computador lolol

01 junho 2009

The Cure

Hoje quando acordei, apeteceu-me ouvi-los...

Junho de 2009

Este é um mês em cheio!

Começamos com o Dia da Criança, hoje dia 1.

Depois dia 7, eleições: vamos lá eleger os nossos representantes para a Europa.







Dia 10, dia de Camões e aniversário da Unidade Chiado do Método DeRose. E não há desculpa para não vir à nossa festa pois no dia 11 temos o feriado do Corpo de Deus (abençoado país de tradição católica...).









Dia 13, comemorasse o dia de Santo António - padroeiro dos noivos e de Lisboa.








Dia 14, recebemos o nosso querido amigo Jóris Marengo.

Dia 15, continuaremos com o Jójó com uma palestra aberta aos alunos e amigos com o título Introdução ao Yôga.













e no fim-de-semana de 19, 20 e 21 temos o grande evento deste segundo trimestre o tão aguardado FESTIVAL DE YÔGA da Federação de Yôga do Norte de Portugal.


e depois a agitação continua com cursos com os diversos mestres e professores que participarão deste evento a não faltar!!!

Não tenho muito para dizer...

Hoje é dia da criança - já todos sabem, um dia que como todos aqueles que festejamos uma vez por ano e que deveríamos festejar todos os dias, enfim... mas vale a pena festejá-lo, uma vez que seja, em cada ano para não nos esquecermos da criança que existe dentro de nós, se é que existe alguma aí dentro...

Eu sou e adoro ser criança, há tempo para tudo: para ser adulto e não perder a inocência e a ingenuidade típica das crianças!

Adoro andar de baloiço; brincar no parque quando me deixam, sim porque noutro dia veio o tal de responsável do Parque do Moinhos e não me deixou andar naquele "carrocel", aquela coisa que anda à roda; dançar sem parar; correr e rebolar na relva ou na areia da praia...

Amo sorrir simplesmente porque sim, mesmo que ninguém perceba a razão... Observar a natureza e ver coisas que mais ninguém vê... Imaginar, celebrar a vida vivendo cada segundo como se de uma brincadeira se tratasse, uma brincadeira bem séria, porque o são todas as brincadeiras de criança, apesar de a maior parte dos adultos estar sempre a retirar a importância de tudo aquilo que as crianças dizem ou sentem.

Hoje apetece mesmo soltar esta criança que aqui está...







Estas são algumas das músicas que me marcaram, muitas outras ainda me fazem chorar quando as oiço mas não as encontrei no youtube...

Enfim, que as crianças de hoje nunca esqueçam a verdadeira essência de ser criança e que guardem no seu coração cada um desses pormenores para mais tarde recordarem e utilizarem em cada um dos momentos da sua vida adulta...